A Nação

Da Lama ao Caos , álbum de estréia de Chico Science & Nação Zumbi saiu em abril de 1994. O trabalho foi um marco de uma turma que criou u ma cena que criou um movimento que, enfim, desestabilizou o eixo da produção musical no Bra sil. Como a obra de outras bandas conterrâneas, era o expressar sonoro dos caranguejos com cérebro, da parabólica na lama, e tudo o mais que as pessoas sabem, sentem, ou ouvem dizer como manguebeat.
A diferença é que essa banda das cercanias de Recife se fez conhecida no mundo, muito mais do que todas as outras. O segundo álbum, Afrociberdelia, foi lançado em junho de 1996, e em menos de um ano, a banda – e o mundo – perdeu Chico Science. Apesar do baque gigantesco, não foi o fim. “Quando fica a cicatriz, fica difícil de esquecer …” , mas a Nação Zumbi se reestruturou e soube se reinventar ano após ano, disco após disco até chegar aqui.
Acumulou então mais seis álbuns de estúdio – CSNZ (1998), Rádio S.Amb.A (2000), Nação Zumbi (2002), Futura (2005), e novamente intitulado Nação Zumbi além de dois álbuns ao vivo que também viraram vídeos em DVD – Propagando ao Vivo (2006) e Ao Vivo no Recife (2007).

MAIS FOTOS

Hoje, a banda suscita o manguebeat, mas também faz nascer outros sons, de uma seara lavrada por tantos anos. Não é acaso a Nação Zumbi ser até hoje uma das bandas mais influentes e respeitadas na música brasileira.

SOBRE O SHOW

No momento, a banda está finalizando um projeto com o primeiro disco de versões “Radiola NZ #vol.1” enquanto prepara novo álbum de inéditas para 2018.

Após turnê da Europa, o show traz um apanhado de seus maiores sucessos desde os trabalhos que lançaram com Chico Science.

DIZEM POR AÍ